terça-feira, 21 de julho de 2009

Caos na Saúde pública em Alagoas

Ontem,20, no programa Bom Dia Alagoas foi mostrado a situação do HGE ( Hospital Geral do Estado), não há equipe suficiente para atender a demanda da população, falta remédios, luvas, pacientes nos corredores; e o que é pior: uma mulher morreu nos corredores do hospital.

A mulher foi encontrada morta no corredor da àrea vermelha( espaço destinado a pacientes com alto risco de morte) pela nora, Rita Maria, " Ela tava no corredor, na maca, ela tava cansada e nem colocaram o oxigênio nela", diz a nora. Será aberto uma sindicância para ver se houve negligência ou não.

Sabemos que o caos do HGE não acontece de hoje, há muito que falta medicamentos, equipe disponível. O governo inaugurou no ano passado uma nova ala do HGE, mas mesmo assim não consegue atender a população.

Mas eu entendo que apenas um hospital não consegue mesmo atender todo o estado, porque os postos de saúde não estão atendendo ( ou mandam para o HGE), os hospitais do interior, não conseguem atender a população local, e manda para o HGE, assim só poderia mesmo congestionar o hospital do estado.

Para termos idéia teve um menino que veio do interior para o HGE ( que o hospital encaminhou), porque ele estava com desnutrido...

Eu acredito que não só devemos nos preocupar com uma orla bonita, mas sim com as pessoas, infelizmente é muito triste ouvir que um menino veio do interior para a capital por denutrição

Aqui ficam algumas palavras, de indignação mesmo, e a população tem que acordar e fazer sua parte.

3 comentários:

  1. OI Michelle
    Visite o Blog Alagoas Real e conheça melhor a verdadeira face da saúde Alagoana

    Abraços e sucesso

    Mário Augusto

    ResponderExcluir
  2. Obga pela visita no meu blog!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Em termos o que aparenta é que estamos abandonados a própria sorte, por um sistema que visa apenas o lucro, sem se importar em atenuar as condições de vulnerabilidade social tão escancarada nos altos indices de miserabilidade que as classes subalternas se apresentam.
    Que sociedade justa esperamos para os nossos filhos, se nem ao menos ó direito a saúde lhes são garantidos, quando iremos nos unir para reivindicar nossos direitos, até quando iremos nos manter no senso comum, apáticos perante um sistema injusto
    Vamos nos unir, compreender as expressões da questão social, vamos ultrapassar o aparente vamos buscar a essência... e assim teremos nossos direitos realmente garandidos.

    ResponderExcluir